Cadastre-se em nosso boletim semanal

Nome:
Email:
Cadastre-se e receba as atualizações do site

Nossas experiências negativas do passado são apagadas do Espírito?

Os Espíritos começam sua evolução do zero; simples e ignorantes.   E vão instruindo-se. Passam por aprendizagens de contatos em todas as áreas das relações do universo material, pois como Kardec diz, o Espírito usa a matéria para evoluir, no mundo mineral, no vegetal, no animal e assim por diante... Deus quer, com toda a sua sabedoria, que o Espírito evolua  levando em si  as  cargas das experiências e dos conhecimentos das coisas existentes que Ele criou.  Os Espíritos evoluídos não somente amam, mas conhecem também.

Todas essas experiências ficam gravadas em nós. Assim, os nossos ensaios nos instintos animais ainda hoje influem os nossos sentidos: - instinto de preservação, acasalamento, busca de alimento, etc. Então, já bem adiantados na fieira das reencarnações, temos várias condutas alimentadas por esses aprendizados quando errando ou acertando em nossos caminhos. Tudo fazendo parte do nosso instruir-se.  Sabemos e bem que as nossas expiações e as provas são formadas por reflexos de experiências negativas vividas no passado, tudo administrado pela lei de causa e efeito, portanto experiências que continuam registradas em nosso Espírito e produzindo seus efeitos. Por exemplo, se alguém nasceu sem os olhos isto normalmente tem a ver com ações negativas do passado, registradas no períspirito que serve de modelo para o novo corpo ao nascermos.  

Se fomos alcoólatras numa existência passada, essa experiência não é apagada de nossa mente espiritual. Ela permanece em nós. Muitas vezes em existências futuras retorna o vício por nossa invigilância e incapacidade de vencê-lo ainda ou até mesmo obsessores fazem com que esse arquivo seja por nós recordado para nos derrotar através de deficiências que trazemos de outras existências, rebaixando as nossas vibrações para nos dominar.

Mas, como Kardec disse, estamos aqui para repararmos o passado, compreendendo–o, pois eliminá-lo é impossível, pois faz parte da nossa história, utilizando as experiências desse passado para o nosso avanço evolutivo e não para repetirmos os mesmos erros. O nosso Espírito, permanece com as experiências para usá-las tirando ensinamentos delas no seu adiantamento. Extraindo, após discernir e compreender, o positivo das vivências e deixando o negativo  SOB O NOSSO CONTROLE CONSCIENTE.

Então fica bem claro que a base de tudo é a compreensão que adquirimos.

Como disse Albert Einstein “É fundamental que o estudante adquira uma compreensão e uma percepção nítida dos valores. “

A compreensão se adquire pelo conhecimento. Como diz um texto judaico “Sem conhecimento não pode haver compreensão; sem compreensão não pode haver conhecimento.”

 Assim, é através das experiências que o Espírito adquire conhecimentos e pode compreender as coisas, sabendo separar o bom, do ruim, o negativo, do positivo e escolher melhor para construir o seu futuro.  Isto é, o alcoólatra do exemplo citado  já instruído e compreendendo não  mais repetirá essa experiência no vício, mas ela permanecerá como um aprendizado em sua evolução de onde tirará ensinamentos,  já consciente  se deve ou não se repetir.

”Diz Leonor Ribas, Espírito “ As reminiscências do passado não têm mais o selo da mortificação, antes constituem lições que se fixam na memória para que se não repitam mais os descuidos e negligências”. (Livro Depois da Vida/Divaldo)

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Curta e Compartilhe esse artigo no Facebook!