contato@uniaoespiritadepiracicaba.com.br (19) 9 9698 3606

Por Marcos Roberto Esteves em 22/04/2019

“Estimula a conversação edificante e quando não possas fazê-lo, reserva-te silêncio discreto, propiciatório a reflexões salutares.” Joanna de Ângelis | Celeiro de Bençãos

Nos dias atuais falar sobre o silêncio parece algo estranho, pois estamos diante de vários estímulos que propiciam os sons, celulares, computadores, os trabalhadores de nossa casa, os comentários, os cumprimentos dos irmãos que se achegam a Casa, e até mesmo os nossos pensamentos com as preocupações do cotidiano.

Estamos acostumados com tantos estímulos sonoros que muitas vezes o silêncio pode nos parecer algo estranho, motivando as vezes um vazio até mesmo  sensação de solidão.

O Silêncio é necessário, e muito mais em um ambiente como nossa Casa Espírita pois é lá que conseguimos ouvir nossas mentes, desacelerar os pensamentos, notar o que de fato é importante para nos preocupar, sem contar que com nosso silêncio, nos preocupamos com os outros que estão ao nosso redor, com problemas diferentes do nosso, e que necessitam do silêncio para se reencontrar, se propiciar das influências benéficas que a espiritualidade nos proporciona.

Então meus irmãos o nosso silêncio é muito importante para que todos possam exercer seus trabalhos, sejam palestras, sejam atendimentos fraternos, cursos ou seja na simples espera do início de um trabalho, pois é no silêncio que estamos sendo preparados para os mais variados atendimentos, assim como em um consultório, hospital , enfermaria.

Se mantivermos no turbilhão de pensamentos, não estaremos aptos a recebermos todas as informações necessárias que o silêncio nos proporciona,  e com isso perdemos grandes oportunidades e descobertas de um excelente aprendizado que uma casa harmonizada nos proporciona.

Silenciar é saber onde estamos e porque estamos, é harmonizar, e sentir toda a Casa harmonizada, para o bem comum.

Portanto se fazemos parte desta Casa, devemos fazer parte dela mantendo a harmonia dos trabalhos, ficando atentos com comentários pronunciados.